Arquivo da tag: Música

MHS e música.

Ok gente, esse vai ser um dos posts mais nerds do blog, mas nem ligo. =D

Vou falar um pouquinho sobre a minha escola, a Marryatville High School, e a especialização dela em música.

Acho muito interessante como eles valorizam a música lá, tem alunos que saem de casa 1 hora antes da aula porque moram longe e estudam na MHS por amor à música, muitos deles vão fazer música na universidade.

Tá, agora você deve estar pensando “e o que que você tem a ver com isso?”, e bem ou mal é uma boa pergunta. Minhas matérias na escola são física, química, matemática, inglês de segundo ano, inglês de terceiro ano e método de pesquisa, aonde diabos a música se encaixa? No início do ano eu pensei isso, achei inútil ir pra um colégio especializado em música se eu não estudava música desde a sétima série e não pretendia voltar a estudar, mas sabe como é, uma vez ligada à música, sempre ligada à música. Já fui do coral do Batista, do grupo de flautas do Pedro II, do coral do Pedro II, do coral do Palas… Até que eu descobri que o MHS dá aulas de canto e também tem coral. Aliás, não só um, mas uns 4 ou 5 com formações diferentes.

Conversei com uma das minhas melhores amigas no MHS (que por sinal faz música, toca violino e várias outras coisas) e decidimos entrar juntas pra aula de canto, que tem como pré requisito fazer parte do coral, então também vamos entrar pro coral.

O Problema surgiu quando eu descobri que podia aprender a tocar clarinete, DE GRAÇA. Sério, fiquei MUITO empolgada com isso, mas aí me disseram que eu teria que escolher entre aulas de canto e aulas de clarinete. Passei uma semana pensando nisso e só hoje decidi que vou continuar com o canto. Mas não foi uma decisão fácil, aprender a tocar clarinete sempre foi meu sonho, meu pai sabia tocar e tinha um clarinete quando eu era pequena e tal… Mas as aulas de canto são tão divertidas que vou continuar fazendo aulas de canto com a Olivia.

Então vou falar um pouquinho das aulas de canto: elas acontecem às quartas-feiras, cada semana em um horário diferente e, por incrível que pareça, durante o horário de aula. E os professores acham a coisa mais normal do mundo. Por exemplo, hoje eu perdi um pedaço da aula de química e um pedaço de física pra ir pra aula de canto.

A aula é quase particular, numa sala pequenininha, só com o professor, eu e a Olivia, mas é super divertida, o professor é um amor e ele deixa a gente escolher as músicas que nós queremos cantar. As duas primeiras a Olivia escolheu, muito bonitas por sinal, a terceira eu escolhi, minha música preferida. Vou botar o vídeo delas aqui pra vocês ouvirem.

Primeira: When you say nothing at all. (Olivia que escolheu)

Segunda: Only Hope. (Também da Olivia, muito linda, é de um amor para recordar, ou walk to remember, em inglês)

Terceira: White Flag (Eu que escolhi, é minha música preferida *-*)

Então é isso, espero que tenham gostado das músicas e do post. Vou continuar nas aulas de canto e entro no coral bimestre que vem, porque faltam só duas semanas pra acabar o primeiro bimestre, então quando eu tiver mais músicas, novidades ou coisas assim eu venho aqui contar pra vocês. =D

Beijinhos e obrigada por passar por aqui, até a próxima. =**

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Intercâmbio, School

O Viajante

Oi gente, tá aí um post novo pra vocês saberem um pouquinho mais sobre o que eu tenho passado aqui.

Pra começar, quero muito falar de uma música do Forfun, do álbum polisenso que quando eu ouvi me identifiquei com ela na hora. Parece até que escreveram depois de fazer intercâmbio. Tô falando de O Viajante.

O Viajante – Forfun

É, o tempo é uma coisa relativa
Se hoje fosse ontem, amanhã seria hoje
De qualquer forma eu to tranqüilo
Do jeito que tá que tá bom
Como dizia o síndico
Vai saber o que o gorila pensa

Pedi minhas contas, viajei e caí no mundão
Vou ver o mundo tendo o mundo como anfitrião
Florestas, rios, cidades e litorais
Pessoas, sentimentos, tradições e rituais
Colocarei meus pés em trilhas, pedras, manguezais
Fazendo o elo entre meus filhos e meus ancestrais
Serei sincero com o meu verdadeiro ser
Quero servir, quero ensinar, eu vim pra aprender

Me sinto em casa em qualquer lugar
Mas sou turista em todos
Sou viajante em qualquer lugar
Sou uma parte do todo

Num sonho eu era como o vento e podia voar
Voei pra ver as maravilhas de cada lugar
Dancei com os índios, mergulhei entre os corais
Troquei idéia com um coroa que era demais
Vi dreadlocks e confetes bailando no ar
E três amigas se abraçavam de se transbordar
Agradecido, aplaudi o pôr-do-sol
Por onde for terei seu fogo como o meu farol

Me sinto em casa em qualquer lugar
Mas sou turista em todos
Sou viajante em qualquer lugar
Sou uma parte do todo

Ê mundão, seu filho venceu o breu
Unifiquei meu corpo ao teu
E já não existe mais “eu”

Me sinto em casa em qualquer lugar
Mas sou turista em todos
Sou viajante em qualquer lugar
Sou uma parte do todo

Me sinto em casa em qualquer lugar
Mas sou turista em todos
Um viajante interestelar
Sou uma parte do todo

Tá aí, o vídeo e a letra. Achei interessante colocar aqui, porque me identifiquei 100% com essa música. E aquela parte “dancei com os índios, mergulhei entre os corais” parece muito a discrição da viagem de Cairns aqui na Austrália, quem for vai dançar com índios (aborígenes) e mergulhar nos corais. =D Me identifiquei até com a primeira estrofe, porque lembrei de conversas sem nexo no Mc Donalds e do pai de Chico César. Como diria o Pedro (carioca e intercambista em Adelaide), a frase que resume nosso intercâmbio é “Eu sou o pai de Chico César.”

Então gente, agora vou dormir porque já postei demais, amanhã acordo cedo e tenho que estar disposta pra assistir sete tempos de aula. Espero que tenham gostado da música. =D

P.S.:se quiser, tá aí meu twitter e formspring, que eu uso com mais frequência, por serem mais práticos e rápidos:

  • twitter.com/vivimascarenhas
  • formspring.me/vivity

Deixe um comentário

Arquivado em Intercâmbio